Fazer cosméticos naturais: pront@ para começar??

ambientadorinsumos2-sepia

Bem-vind@ ao mundo dos cosméticos saudáveis, naturais e baratos. Aqui ficam algumas sugestões, respostas, dicas…

Por que fazer seus cosméticos em casa?

  • É tão simples quanto uma brincadeira: começamos sendo aprendizes e, através do estudo e paciência, tornamo-nos especialistas sobre as necessidades de nossa pele
  • Preparamos poções mágicas, seguindo o nosso próprio livro de feitiços, nossa intuição, que vão iluminar a nossa pele… e tudo isso apenas com produtos naturais.

Por que cosméticos personalizados?

  • Quantas vezes compramos um produto de beleza que não gostamos? Fazer os nossos cosméticos é fazer produtos adaptados à nossa pele, quando a nossa pele precisa
  • Outra razão para fazer os nossos cosméticos: podemos fazer a quantidade que precisamos e apenas quando necessário.

É econômico?

A resposta é sim. Para começar não precisamos de um grande investimento. Não há necessidade de comprar muitos ingredientes. Precisamos evitar o risco de ser tentados a querer comprar tudo.

Nomeadamente, um produto cosmético é constituído principalmente por: uma fase “aquosa” (incluindo água, hidrolato/água floral…), uma fase “oleosa” (incluindo óleos vegetais e manteigas), um emulsionante (liga a fase aquosa e a fase oleosa), ativos (extractos de plantas ou frutas, óleos essenciais, pós…), aditivos (gomas, conservantes, corantes, perfume) e conservante.

Para começar, podemos comprar um pequeno conjunto de ingredientes básicos, dependendo das necessidades da nossa pele e cabelo. É melhor escolher ingredientes versáteis: 2-3 óleos vegetais, 1-3 óleos essenciais, 1-2 manteigas, 2-3 águas florais/hidrolatos, 1-2 extratos, 1-2 emulsionantes, 1 agente de textura, 2-3 ativos,  1 conservante, 1 antioxidante.

Podemos fazer todos os cosméticos tradicionais?

Uma vez mais, a resposta é sim… com um pouco de prática e estudo, podemos fazer produtos para o corpo, rosto, cabelo… mesmo maquiagem !!!

Alguns produtos no entanto, continuam a ser muito específicos e complexos para ser reproduzidos com segurança em casa.

Precauções: Os cosméticos caseiros são fabricados em um ambiente não-estéril. É muito importante observar algumas regras de higiene a fim de não contaminar os materiais e os ingredientes (bactérias, leveduras e fungos).

Antes de fazer:

  • Limpar e esterilizar a superficie de trabalho, equipamentos, materiais, acessórios, recipientes… Utensílios e recipientes resistentes ao calor (vidro, aço inoxidável ou Pyrex) podem ser esterilizados em água fervente por 10 minutos. Utensílios e recipientes não resistentes ao calor (plástico) podem ser esterilizada passando o álcool (70-90 °).
  • Lavar e desinfectar as mãos (solução de água e álcool) ou usar luvas de proteção.

Enquanto fazemos:

  • Não tocar em outros materiais que não tenham sido desinfectados
  • Minimizar o contato com componentes e recipientes

Ingredientes. Algumas dicas para escolher os produtos:

Óleos vegetais: Os óleos vegetais são a base essencial que vai alimentar e manter a saúde de nossa pele. Os óleos vegetais podem ser aplicados sobre a pele puros, são a base para muitos produtos e também são usados para diluir os óleos essenciais.

Escolher com cuidado e não economizar em qualidade. Sempre que possível, escolher óleos puros, virgens e primeira pressão a frio para os nossos produtos de beleza. A data de validade deve figurar no recipiente. Prefira sempre recipientes opacos, porque os óleos vegetais são sensíveis à luz e ao calor.

Alguns óleos vegetais para começar:

Pele seca: jojoba, alperce, abacate, coco

Pele mista e oleosa: avelã, jojoba, nigella (cominho preto)

Pele normal: amêndoa doce, jojoba, alperce

Pele madura: rosa mosqueta, arroz

Manteigas: Puras e não refinadas sempre que possível. Às vezes, as manteigas puras têm um cheiro muito forte. Nestes casos, podemos usar manteigas refinadas com métodos não agressivos.

As manteigas mais populares são: karité, cacau e manga.

Águas florais ou hidrolatos: cuidado!! As águas florais (hidrolatos) encontradas em muitas lojas, são muitas vezes águas perfumadas e não têm nada a ver com as autênticas. Então, fiquem atentos à composição desses produtos. Se ler “Perfume” na INCI… fugir !!

Os hidrolatos contém propriedades aromáticas da planta. Como eles são menos concentrados em ativos, as mulheres grávidas e as crianças podem usá-los. Tem de ser adequados para nossa pele/cabelo ou com base em nossos perfumes favoritos. Podemos usá-los puros, em loções, tônicos ou cremes (fase aquosa).

Águas florais/hidrolatos mais utilizados: rosas, lavanda, alecrim, centáurea, camomila

Emulsionantes, espessantes, gelificantes:

Emulsionante: liga a fase “aquosa” (água, hidrolato/água floral) e a fase “oleosa” (óleos e manteigas). Existem muitos no mercado, mas vamos mencionar apenas alguns deles: olivem 1000 (muito versátil, pode ser usado para fazer produtos “one pot”), protelan ENS (hidratante, não há necessidade de aquecer a fase aquosa).

Espessantes: dão um efeito matte e têm propriedades absorventes. Podemos usar amido de milho.

Gelificantes: Para fazer os nossos geles e e estabilizar emulsões. A goma xantana é a mais conhecida.

Conservante e antioxidante:

Conservante: É essencial em tudo o que tem uma fase aquosa. Pode ser Cosgard, Sharomix, Benzoato de Sódio, Sorbato de Potássio… O conservante manterá a preparação de dois a seis meses.

Antioxidante: para produtos que contenham apenas óleos vegetais e/ou manteigas. A mais conhecida é a vitamina E, que também pode ser usada como ativo.

Ativos: Produtos que fornecem propriedades específicas para nossos cosméticos. No mercado há muitos ativos. Para começar, escolher um ativo para cada resultado desejado: um agente hidratante (todos os tipos de pele), um ativo anti-envelhecimento, um ativo para o cabelo… O melhor, escolher de acordo com as nossas necesidades.

Exemplos: alantoína (calmante, hidratante, cicatrizante…), ácido hialurónico (regula a hidratação da pele, forma uma película de protecção não-oclusivo sobre a pele), aloe vera (hidratante, nutritivo, cicatrizante, calmante, antibacteriano…)…

Argilas: A argila é muito rica em minerais. A argila verde é a mais conhecida, mas ela tende a secar a pele (melhor para a pele oleosa), é portanto preferida argila branca (pele normal), argila rosa (pele seca e sensível) e argila vermelha (problemas de pele).

Ceras: Usadas para endurecer uma preparação sólida. Também tem propriedades cosméticas. As mais conhecidas: cera de abelha, cera de soja

Óleos essenciais: Merecem e precisam uma menção especial.

Os óleos essenciais são obtidos por destilação de certas partes de plantas. Os óleos essenciais de citrinos são obtidos apenas pela expressão da casca. São muito interessante em cosméticos. Têm muitas propriedades: antibacteriana, antifúngica, regeneradoras, curativas, relaxante, energizante…

Seu uso é extremamente delicado e pode ser perigoso, por isso é importante:

  • nunca devemos usá-los em auto-medicação
  • nunca deixar que os óleos essenciais acessíveis às crianças ou animais de estimação.
  • nunca deve usar puro sobre a pele
  • no banho, devemos dissolver os óleos essenciais previamente em óleos vegetais
  • nunca aplicar óleos essenciais (mesmo dissolvidos) sobre os olhos.
  • nunca devemos ingeri-los sem a orientação de um especialista (alguns podem ser tóxicos)
  • nunca devem ser usado em mulheres grávidas e lactantes, crianças com menos de 3 anos de idade, as pessoas com alergias ou hipersensibilidade da pele, idosos, pessoas com insuficiência renal, hepatite, ou sujeitos a problemas neurológicos (tais como a epilepsia).
  • não se exponha ao sol após a aplicação de alguns óleos essenciais (laranja, tangerina, limão, bergamota), são fotossensibilizantes.
  • faça um teste: antes de utilizar um óleo essencial, é recomendado testá-lo na pele (diluição: 1 gota de óleo essencial-1 colher de chá de óleo vegetal). Se não vemos qualquer reacção alérgica depois de 24 horas, podemos usá-lo.

Alguns dos mais utilizados:

Óleo essencial de lavanda fina: calmante, cicatrizante, anti-séptico…

Óleo essencial de geranio: antibacteriano, anti-inflamatório, cicatrizante, anti-celulite, anti-rugas.

Óleo essencial de ylang ylang: regenerador, anti-séptico.

Óleo essencial de tea tree: antibacteriano, descongestionante, poderoso imunoestimulante.

Há muitos mais produtos que podem ser usados em nossos cosméticos… mas falamos outro dia…

Esperamos que este post, ajude a esclarecer algumas questões que surgem quando começámos neste mundo maravilhoso…

No próximo post, vamos colocar alguns “kits” básicos para começar a fazer cosméticos sem investir muito. Fiquem atent@s!!!

Hada Lavanda

Meu nome é Rocio Lorenzo, espanhola de nascimento, portuguesa de adoção e apaixonada por um estilo de vida natural e saudável. Para mim, fazer cosméticos é uma maneira de estar em contato com a natureza que nos dá tudo e nos ensina tanto.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *